Eloísa
Reprodução/Instagram
Amigos aconselharam a mãe de Eloísa a não viajar ao Rio até que a filha esteja recuperada

A modelo Eloisa Fontes, internada desde a última terça-feira (6) no Instituto municipal Phillipe Pinel (unidade psiquiátrica), em Botafogo, na Zona Sul do Rio, deve conversar com a mãe Luciene Pontes até o fim desta semana. Moradora da zona rural do município de Piranhas, em Alagoas, no Nordeste do país, Luciene ligou nesta segunda-feira (12) para Francisco de Assis , amigo da modelo que mora no Rio, para saber notícias da filha e ainda confirmar o telefone do hospital.

Descrita por Francisco como uma pessoa simples, Luciene quer visitar a filha, que foi resgatada pela polícia desorientada, no Morro do Cantagalo , também na Zona Sul, no dia 6. Luciene deve ligar para o hospital para tentar falar com a modelo e quer viajar para o Rio de Janeiro para encontrrá-la. Segundo Francisco, ele a aconselhou a aguardar a alta hospitalar da jovem para que vir de Alagoas para o Rio.

"A mãe dela é uma pessoa simples. Vive num sitiozinho, numa área rural. E a gente está aconselhando a não vir (agora) porque é uma despesa grande e inócua, né? Ela vem e pode não falar com a filha direito. Quando ela estiver legal, e a clínica falar que vai ter alta, a gente prepara tudo", revelou.

Segundo Francisco de Assis, ainda não há previsão para que Eloisa sair do hospital . Ela deve ficar internada por mais alguns dias em tratamento. No sábado passado, a modelo chegou a ligar para o amigo e disse estar ansiosa para sair do hospital. Recebeu dele o conselho de aguardar um pouco mais pela alta médica.

Desde terça, a alagoana está internada no Instituto Philippe Pinel , em Botafogo, após ter sido levada para o local por policiais da Operação Ipanema Presente que, inclusive, a convenceram a conversar com o médico da instituição, que a internou imediatamente.

Eloisa está no Brasil desde janeiro. No Rio, teve um namorado, com quem já rompeu. O rapaz teria, ajudado no resgate, convencendo a jovem a sair da comunidade e acompanhar os policiais da Operação Ipanema Presente.

    Veja Também

      Mostrar mais