Prisão
Agência Brasil
Governo realiza cotação para implementar sistema de aquecimento de água para as prisões

Um sistema de banho quente será implementado em todas as 176 unidades prisionais de São Paulo . A instalação está prevista para começar a partir de 2021. Hoje, cerca de 10% das unidades possuem água aquecida. A opção mais rentável fica em torno de R$ 344,4 milhões e levaria até 24 anos para ser concluída.

A medida atende a ordem do Superior Tribunal de Justiça em uma ação da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, iniciada em 2013. 

O custo-benefício para a implantação de chuveiros que aqueçam água ecidos está sendo avaliada. Entre as opções estão as tecnologias de energia solar, além dos tradicionais chuveiros elétricos e o aquecimento a gás.

A Justiça de São Paulo suspendeu a ordem dada pelo STJ, mas a medida da instalação de chuveiros está sendo acatada pelo governo. A Defensoria Pública do estado agora recorre da suspensão.

    Veja Também

      Mostrar mais