Governo federal autoriza envio de Força Nacional ao Pantanal, para auxiliar no combate aos incêndios
Reprodução
Governo federal autoriza envio de Força Nacional ao Pantanal, para auxiliar no combate aos incêndios

O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou nesta quarta-feira o envio da Força Nacional a Mato Grosso para ajudar no combate aos incêndios florestais no Pantanal. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

O envio do auxílio federal ocorre um dia após o governador do estado, Mauro Mendes (DEM), formalizar o pedido de ajuda, que já havia sido feito informalmente na semana passada, segundo o governo do estado. O bioma enfrenta um desastre ambiental que já destruiu mais de 20% da sua cobertura vegetal.

A autorização do ministro da Justiça, André Mendonça, vale por 30 dias, começando na quinta-feira, e pode ser renovado. A portaria prevê o envio de 43 bombeiros, além de viaturas e helicópteros.

Proporção 'gigantesca'

Na terça-feira passada, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, admitiu que a situação tomou uma proporção "gigantesca" e que o prejuízo é grande. Salles disse que uma combinação de fatores como o clima seco, o excesso de material orgânico e as restrições à utilização do fogo controlado causaram incêndios de maior proporção.

Ele criticou a interrupção do fogo controlado, uma técnica centenária dos agricultores para limpar o pasto e o excesso de mato orgânico.

Levantamento do GLOBO indica que as áreas de pastagem plantadas no Pantanal mais do que triplicaram desde 1985, saltando de 656,5 mil hectares naquele ano para 2,25 milhões de hectares em 2019.

O aumento é de 244%, superior ao registrado nos dois maiores biomas brasileiros, Amazônia e Cerrado, ao longo desses 34 anos. A extensão dessas terras é superior ao tamanho de Sergipe.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários