pantanal
Iberê Périssé/Projeto Solos
Onças atingidas por queimadas no Pantanal


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou ao Mato Grosso após semanas de devastação causadas pelo fogo e criticou países que se manifestam com preocupação sobre as queimadas no Pantanal e na Amazônia .


Segundo Bolsonaro, quem crítica o Brasil é porque já queimaram "tudo em seu país" e disse que o Brasil é um exemplo para o mundo. Números registrados pelo Inpe (instituo Nacional de Pesquisas) apontam para mais de 15 mil focos de incêndios no Pantanal, o pior número registrado na série histórica.

O fogo já consumiu 15% do território, que corresponde a 2,3 milhões de hectares. O governo Bolsonaro atribui a devastação a uma seca mais fote do que a dos anos anteriores. O Pantanl enconta-se em estado de calamidade até o dia 30 de setembro.

Bolsonaro fez as declarações em um evento no Sinop organizado por empresários do agronegócio com intuito de homenageá-lo.

    Veja Também

      Mostrar mais