homem de óculos
Reprodução
O enfermeiro Luiz Otávio estava internado em estado gravíssimo

O enfermeiro Luiz Otávio Rodrigues, de 27 anos, baleado na cabeça durante um assalto a ônibus na Avenida Brasil, na altura de Guadalupe, Zona Norte do Rio , na noite desta terça-feira, teve a morte confirmada, na manhã desta sexta-feira. Na quarta-feira, Luiz tinha passado por cirurgia para retirar a bala que ficou alojada em sua cabeça e seu estado de saúde era considerado gravíssimo. Na noite de quinta-feira (17), ele teve a morte cerebral confirmada.

"O paciente Luiz Otávio Rodrigues evoluiu a óbito por volta das 3h da manhã desta sexta-feira. A família já foi comunicada", informou a Secretaria de Saúde.

No dia do ocorrido, o marido do enfermeiro informou que os dois estavam juntos há um ano e que moravam no bairro Santa Sofia, em Seropédica. Além disso, falou um pouco da rotina de Luiz. "Ele trabalha em um hospital em Niterói, sai todo dia às 4h20 para trabalhar. Ele começou esse ano uma faculdade à distância para se especializar mais em enfermagem. Ele é muito estudioso", afirma.

Sobre o momento do assalto, Renan relata o que os outros passageiros do ônibus, da linha 712, que liga Coelho Neto a Seropédica, o contaram. "Me disseram que ele estava sentado com o fone no ouvido, como ele sempre faz, quando anunciaram o assalto. Ele estava de cabeça baixa e não percebeu, aí gritaram "pega o Iphone e dá um tiro na cabeça dele", foi essa crueldade que fizeram com ele", finalizou.

A Polícia Militar informou que os bandidos que entraram no ônibus conseguiram fugir. O caso foi registrado na delegacia de Ricardo de Albuquerque.


    Veja Também

      Mostrar mais