aras
AGENCIA O GLOBO/ARQUIVO
O prazo da força-tarefa da Lava-Jato de Curitiba vence em setembro e caberá à gestão de Aras decidir sobre a sua renovação e sobre a sua estrutura


O Procurador-geral da República Augusto Aras testou positivo para a Covid-19 nesta quinta-feira (17). Aras teve tosse seca na noite de ontem e decidiu fazer o teste. Ele apresenta apenas sintomas leves e disse que irá seguir trabalhando de forma remota.


O procurador é a sexta autoridade infectada pela Covid-19 em menos de uma semana. Ele, os ministros do STJ, o presidente da Câmara e o presidente do STF, que testaram positivo neste período, estiveram na cerimônia de posse de Luís Fux como presidente da suprema Corte brasileira.

Aras confirma que está infectado um dia após Rodrigo Maia anunciar que está com Covid-19 . Diversas autoridades se encontraram em jantares e até em uma festa de casamento no último final de semana, que podem ter disseminado o vírus entre as lideranças brasileiras.

Esclarecimento

O STF declarou em nota divulgada hoje, 17, que todas as medidas de segurança recomendadas pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) foram seguidas no evento.

O documento afirma que apenas 20% dos assentos do Plenário da Corte foram ocupados e que a cerimônia contava com plantão médico e UTI móvel. Além disso, “houve obrigatoriedade do uso de máscaras; todos os presentes foram submetidos à medição de temperatura corporal; dezenas de totens com álcool-gel foram alocados em pontos estratégicos do Tribunal", diz a nota.

O cerimonial da Corte entrará em contato com os convidados  para que procurem serviço médico caso “tenham se exposto de alguma forma também em outros eventos fora do STF”.

Notícia em atualização.

    Veja Também

      Mostrar mais