Mapas
Reprodução
Boletim epidemiológico apresenta dados sobre a Covid-19 em São Paulo

O boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (17) pela secretaria municipal de Saúde de São Paulo, que apresenta dados sobre o comportamento do novo coronavírus (sars-CoV-2) na capital paulista, chamou atenção para a região central. De acordo com o documento, a presença do vírus dobrou entre a quarta e quinta avaliação.

Na região, conhecida como "centro expandido", a incidência da Covid-19 aumentou de 5,2% para 10,3% entre os dois últimos relatórios. "A gente não pode deixar de destacar que houve um aumento de 53% nos distritos de maior IDH e um aumento de 100% na região centro oeste, uma das mais ricas da cidade", reforçou o prefeito Bruno Covas.

Também houve um registro significativo no aumento de infecções nas regiões Leste e Norte da capital. Além disso, o também apresentou um aumento na prevalência de anticorpos para a doença, que se elevou para 13,9% em comparação ao relatório anterior.

Assim como nas semanas anteriores, o boletim volta a afirmar que a maior incidência de infecção é na população mais jovem, de 18 a 34 anos. Além disso, a escolaridade também surge como um "fator protetivo", sendo mais expressiva a prevalência da doença em pessoas que estudaram menos.

    Veja Também

      Mostrar mais