Corporação disse que agentes agiram em legítima defesa.
Roberto Moreyra / Agência O Globo
Corporação disse que agentes agiram em legítima defesa.

Um homem de 28 anos que foi identificado como Wallace Souza de Santos foi morto por policiais militares na última sexta-feira (25) em Niterói , no Rio de Janeiro. Segundo a família, ele era paciente psiquiátrico e foi atingido por um disparo nas costas.

Segundo o jornal O DIA , a Polícia Militar informou que os policiais teriam avistado um indivíduo “visivelmente alterado” e que ele teria danificado uma viatura e o veículo de um agente da corporação. Os oficiais tentaram imobilizar Wallace, mas ele fugiu e deixou cair um tridente e um punhal.

A corporação diz ainda que ele não respeitou a voz de comando e atacou a equipe da polícia com um “objeto perfurante”. Os agentes atiraram para “proteger a integridade física” da equipe. Ele não resistiu e morreu. Um rádio comunicador foi apreendido.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários