desabamento de prédio
Sistema Verdes Mares / Reprodução / Câmeras de segurança
Câmeras flagraram queda do edifício em Fortaleza

A Justiça do Ceará determinou nesta quarta-feira (22) que os dois engenheiros e o pedreiro  envolvidos na reforma que causou  o desabamento do Edifício Andrea, em Fortaleza, no mês de outubro de 2019 se tornassem réus por homicídio.

Segundo a decisão, José Anderson Gonzaga dos Santos e Carlos Alberto Loss de Oliveira (engenheiros) e Amauri Pereira de Souza (pedreiro) assumiram o risco da queda quando não escoraram a viga de sustentação do prédio no momento da obra.

O desabamento do edifício Andrea, na cidade de Fortaleza, no dia 15 de outubro de 2019, deixou 16 pessoas presas sob os escombros. Sete delas foram resgatadas com vida e nove morreram.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários