David Nascimento dos Santos foi sequestrado e assassinado pelos PMs quando caminhava para buscar um lanche.
Reprodução - Globo
David Nascimento dos Santos foi sequestrado e assassinado pelos PMs quando caminhava para buscar um lanche.


A Justiça Militar libertou sete policiais militares do  Baep (Batalhão de Ações Especiais Policiais) presos desde de maio acusados de sequestrar e matar o jovem David Nascimento dos Santos , de 23 anos, morador  da favela do Areião, no Jaguaré, na Zona Oeste de São Paulo.


Câmeras de segurança flagraram o crime, que ocorreu no dia 24 abril, quando David foi abordado pelos PMs e obrigado a entrar na viatura enquanto caminhava até a esquina de casa para buscar um lanche. O jovem foi encontrado morto na favela vizinha.

Você viu?

Os policiais estavam presos no no Presídio Militar Romão Gomes há dois meses após terem sido denunciados pelo MP (Ministério Público) Militar por sequestro seguido de morte.

O julgamento realizado por videconferência na última terça-feira (14) determinou por ordem do  Conselho Permanente de Justiça do Tribunal de Justiça Militar que os PMs fossem soltos, conforme pedido da defesa. O pedido de liberdade foi acatado por 3 votos a 2. Dos oito policiais envolvidos no crime, um já havia sido solto, a pedido do Ministério Público.

O juízes militares também decidiram pela manutenção do caso na Justiça Militar, em vez de ser julgado pela Justiça comum, onde podem ser levados a júri popular por homicídio .

Os policiais alegam que o ambulante David Nascimento se envolveu em um tiroteio depois de ser levado pelos PMs e por isso apareceu morto na favela da Fazendinha, em Osasco. A família do jovem chegou a pedir proteção depois de ser ouvida pela Corregedoria, porque estariam sofrendo ameaças de morte .

Os moradores ficaram indignados com o caso fizeram um protesto na comunidade um dia depois do assassinato de David. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários