Edmar Santos
Reprodução
Edmar Santos é investigado por esquema de fraude em compra de respiradores no Rio

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta segunda-feira (13), a soltura de Edmar Santos, ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro. O pedido da PGR foi enviado ao presidente do STJ, o ministro João Otávio Noronha.

Segundo a PGR, os fatos investigados pelo Ministério Público do Rio na operação Mercadores são iguais à investigação da operação Placebo, que está sendo conduzida pela PGR.

O pedido feito é para que os inquéritos e ações decorrentes da Mercadores do Caos sejam deslocados para o STJ, que seria o órgão competente sobre o caso.

O ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, foi preso na última sexta-feira (10), em uma operação do Ministério Público do Rio de Janeiro. Edmar é apontado como integrante da organização criminosa que fraudou contratos de compra de respiradores pulmonares para atendimento de pacientes com covid-19.

    Veja Também

      Mostrar mais