presidente jair bolsonaro
Reprodução/TV Brasil
Jair Bolsonaro confirma que está com Covid-19


Associação Brasileira de Imprensa (ABI) afirmou nesta terça (7), por meio de nota, que entrará com notícia-crime no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Organização vê  entrevista em que informa seu diagnóstico positivo para Covid-19 como “criminosa”.



A organização afirma que, desta maneira, o presidente está colocando vida de outras pessoas em risco. Na manhã de hoje, ele recebeu jornalistas de três emissoras de televisão para informar o diagnóstico. O Sindicato de Jornalistas também se posicionou pedindo para que veículos de imprensa interrompam a cobertura presidencial no Palácio do Planalto .

Desta forma, ele foi contra recomendações médicas de isolamento social e colocou a vida dos profissionais em risco ao  retirar a máscara em determinado momento da entrevista.

Desta forma, a ABI vê que o presidente violou o artigo 131 do Código Penal , “que diz: ‘Praticar, com o fim de transmitir a outrem moléstia grave de que está contaminado, ato capaz de produzir o contágio. Pena: reclusão, de um a quatro anos, e multa’”.

“Bolsonaro infringiu também o artigo 132 do mesmo código, que prevê pena de detenção de três meses a um ano para quem expuser ‘a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente’”, diz a nota.

“Não é possível que o país assista sem reação a sucessivos comportamentos que vão além da irresponsabilidade e configuram claros crimes contra a saúde pública”, conclui a organização.

    Veja Também

      Mostrar mais