mulher abraçada com homem
Reprodução
Esposa de Queiroz, Márcia Aguiar é considerada foragida da Justiça

As buscas pela mulher de Fabrício Queiroz, Márcia Oliveira Aguiar, foram encerradas poucas horas após uma operação em conjunto entre o Ministério Público e a Polícia Militar de Minas Gerais procurá-la em endereços de familiares na cidade de Belo Horizonte na manhã desta terça-feira (23). A cabeleireira que atuou como assessora na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro não foi encontrada.

Leia também

Segundo informações da polícia, a ação de parceria dos ministérios públicos do Rio de Janeiro e Minas Gerais foi feita no bairro de São Bernardo. Márcia é considerada foragida desde a última quinta-feira (18), quando Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, foi preso na casa do advogado do político, Frederick Wassef , em Atibaia, interior de São Paulo.

A cabeleireira teria recebido R$ 174 mil de origem não desconhecida para pagar as despesas de Queiroz no hospital Albert Einstein, onde ele tratou um câncer. Registros feitos pela mulher e encontrados na casa dela trazem informações sobre uma rede de proteção para o ex-assessor se ele fosse preso.

Apesar de atuar por anos como assessora de Flávio Bolsonaro quando ele ainda era deputado na Alerj, Márcia nunca teve crachá de entrada no local.


    Veja Também

      Mostrar mais