leitos de uti
Edilson Dantas / Agência O Globo
Em Belo Horizonte, capital do estado, ocupação de leitos de UTI é de 86%


De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), o índice de  ocupação de leitos de UTI no estado ultrapassou os 90%. A nova taxa é de 90,66%, atingindo um novo recorde.


Dos 2.964 leitos de UTI dispostos no Sistema Único de Saúde (SUS), 16% estão ocupados por pacientes da Covid-19, o que corresponde a 475 pessoas. Os leito de enfermarias no SUS têm 1.338 pacientes infectados ou com sintomas da doença, totalizando 11% da ocupação.

O estado  atingiu hoje a marca de 700 mortes causadas pela Covid-19 , com o total de 720 óbitos. Os casos estão em 29.897.

O secretário de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, afirmou que, caso população não passe a aderir isolamento social, investir na ampliação de estrutura hospitalar não surtirá efeito.

“É muito importante, para que consigamos controlar número de óbitos, que as pessoas entendam que este momento de aceleração é momento de retorno às suas casas, limitar exposição e tomar mais cuidados”, informou o secretário.

Em Belo Horizonte, a ocupação dos leitos de UTI está próxima da marca do estado, com 86%. A capital tem 282 leitos inaugurados com exclusividade para Covid-19. Destes, 83% estão têm pacientes.

Os leitos de enfermaria têm índice de 70% de ocupação e 726 desse tipo voltados para a doença transmitida pelo novo coronavírus estão ocupados em 68%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários