Nesta terça-feira (23), entidades brasileiras apresentaram à Organização das Nações Unidas (ONU) e à Organização dos Estados Americanos (OEA) uma denúncia contra a gestão dos presídios brasileiros na pandemia de Covid-19 .

Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os casos de covid-19 nas prisões aumentaram 800% desde o começo de maio
Wilson Dias/Agência Brasil
Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os casos de covid-19 nas prisões aumentaram 800% desde o começo de maio

Segundo o documento apresentado, existem violações de normas e recomendações internacionais, falta de acesso à saúde, problemas no registro de óbitos e uso de locais precários para o abrigo dos detentos. 

As entidades ainda citam que o país pode enfrentar uma "catástrofe de proporções preocupantes" e pedem que o governo dê explicações aos organismos internacionais. 

"Manter pessoas privadas de liberdade e amontoadas em um espaço fechado e insalubre é exercer um poder de morte que se concretiza em uma equação brutal", diz o documento.

Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apontam que os casos de Covid-19 nas prisões aumentaram 800% desde o começo de maio.

    Veja Também

      Mostrar mais