Segundo juiz, publicação tinha como intuito prejudicar João Doria.
Agência Brasil
Segundo juiz, publicação tinha como intuito prejudicar João Doria.

O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou o blogueiro Carlos Eduardo Cairo Guimarães, responsável pelo "Blog da Cidadania" por publicar fake news contra o governador de São Paulo,  João Doria (PSDB). O blogueiro deverá indenizar Doria em R$ 20 mil. 

O governador moveu a ação após o blog postar uma publicação entitulada "Funcionário de Doria gastou dinheiro público com prostituição”. Na publicação, o Carlos usou informações verdadeiras, mas acrescentou uma informação falsa e ligou o nome do homem ao de João Doria. 

O juiz do caso, Gustavo Marzagão, considerou que, ao acrescentar a informação falsa, houve uma intenção de prejudicar o governador. "O réu, de má-fé, se utilizou de uma matéria que nada tinha a ver com o autor para vinculá-lo à conduta irregular de um funcionário que, supostamente sob a sua responsabilidade porque investido no cargo governador, teria gastado dinheiro público em um bar conhecido por ser ponto de prostituição", disse o juiz.

Além da indenização de R$ 20 mil, o juiz determinou que o blogueiro deverá excluir todas as menções a João Doria na publicação. Além disso, Carlos deverá contribuir com R$ 2 mil referentes aos honorários advocatícios utilizados pelo governador. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários