polícia
Divulgação/SSP/Polícia Civil
Jovem agredido revela medo e pesadelos por ação violenta da PM

O jovem  agredido pela Polícia Militar, neste domingo (21), afirmou, em entrevista à CNN Brasil, na tarde desta segunda-feira (22), que não conseguia respirar após um dos policiais  ficarem em cima de seu pescoço, cena parecida com  a morte de George Floyd, nos Estados Unidos. "Eu falava que nao consegui respirar e ele falava 'cala a boca, aqui é a Polícia Militar", relatou o jovem durante a entrevista.

O caso aconteceu em Carapicuíba, na Região Metropolitana de São Paulo. Moradores da rua filmaram a ação, em que PM's abordaram de maneira violenta dois jovens que estavam em uma moto. Veja o vídeo na sequência:



Segundo a própria vítima, de 19 anos, ele e o amigo, dono da moto, estavam em uma festa perto de casa, quando decidiram voltar pra casa com a motocicleta. Já próximo da casa, viram os policias no sentido contrário. "Estavamos na moto e descendo a rua da minha casa, aí eu vi dois PM's vindo. Ele (o policial) jogou a moto na minha frente e a gente bateu de frente", afirmou o jovem.

Segundo ele, o policial pensou que ele ia fugir e começou a enforcá-lo. "O policial achou que eu ia correr, aí grudou no meu pescoço e eu desmaiei e não vi mais nada", relatou.

O jovem chegou a se debater no chão para conseguir respirar e a pedir 'socorro' ao policial para que parasse de sufocá-lo. "Ali (com o joelho no meu peito) ele estava me enforcando pra eu não conseguir respirar e desmaiar. Eu tava tentando falando com ele pra ter ar; estava me debatendo porque eu não tinha ar, aí fiquei pedindo socorro pra ele pra me soltar", disse o jovem.

"Eu desmaiei 3 vezes. Falava que não era bandido e que não precisava fazer aquilo", ressaltou.

O jovem admitiu que ele e o amigo, dono da moto, estavam sem o documento da motocicleta. "O dono da moto estava sem o documento, era por isso que estavamos indo pra casa, e nisso que estávamos indo aconteceu isso", disse.

"Eu espero que isso acabe logo porque eu não quero mais ter esses pesadelos que estou tendo, o medo", finalizou a vítima.


Reações

Em coletiva realizada nesta segunda-feira (22), no Palácio dos Bandeirantes, o governador de São Paulo,  João Doria, anunciou que a Polícia Militar do estado passará por novo treinamento. A medida foi tomada após os recentes episódios de violência policial registrados no estado nas últimas semanas.

    Veja Também

      Mostrar mais