300 do brasil
Agência Pública
Namorado e amigo de Sara Winter são presos após soltarem fogos ao lado da penitenciária onde está a ativista

A Polília Civil do Distrito Federal prendeu o namorado da militante Sara Winter, Geovani Furtado Rodrigues, nesta tarde de quarta-feira (17), por soltar fogos de artifício próximo à  peninteciária onde a companheira está presa.




Junto com o namorado de Sara estava também Renan de Morais Souza, que é investigado por ataques ao STF e tinha, inclusive, um mandato de prisão temporária já concedido pelo ministro Alexandre de Moraes que foi expedido no último domingo (14).

Renan Souza faz parte do grupo “300 do Brasil”, liderado por Sara Winter. Ele participou do ato do último sábado (13), quando manifestantes jogaram fogos de artifício contra o prédio do Supremo. O acusado é investigado no mesmo processo que culminou na prisão de Winter.

Tanto o namorado da militante quanto o amigo foram presos logo após soltarem os fogos perto da Penitenciária Feminina Federal do Distrito Federal. Ambos foram levados para a 20ª Delegacia de Polícia perto do local.

    Veja Também

      Mostrar mais