Metrô de São Paulo teve que afastar cerca de 300 funcionários que se infectaram com a Covid-19
Anaís Motta/iG São Paulo /Imagem de arquivo
Metrô de São Paulo teve que afastar cerca de 300 funcionários que se infectaram com a Covid-19

O metrô da capital paulista teve 278 funcionários afastados devido ao novo coronavírus (Sars-CoV-2) até a última segunda-feira (15). O número crescente de infecções acontece diante do novo cenário de São Paulo, que iniciou a fase de flexibilização da quarentena, com a abertura do comércio. 

Leia também: 

O levantamento realizado pelo sindicato dos metroviários aponta que 122 casos de contaminação foram confirmados clinicamente ou por exames. Outros 74 trabalhadores do segmento seguem com sintomas da doença.

São Paulo é o epicentro da pandemia no país e registra mais de 178 mil casos e 10.694 mortes. O Brasil lidera o número de casos da Covid-19 no mundo, com quase 930 mil casos confirmados e mais de 45 mil mortes.

Em todo o mundo, até a manhã desta quarta-feira (17), mais cerca de 8 milhões de casos foram confirmados e um número superior a 434 mil mortes já foram registrados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários