manifestação
Reprodução Globonews
Manifestação de torcedores pró-democracia vai ocorrer neste domingo (07) no Largo da Batata

Após decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, que impede manifestações de grupos contrários no mesmo local, movimentos anti-bolsonaro mudam local das manifestações previstas para este domingo (07).

Leia também


Antes marcados para a Avenida Paulista, os atos foram remanejados para o Largo da Batata, na região central da cidade.

Em entrevista à rádio CBN, na tarde deste sábado (06), o representante do grupo Secundaristas em Luta, Nogueira, criticou as restrições do TJ-SP e disse que a medida visa a tentativa de desmobilizar o grupo.

"A gente entende que essa decisão é absurda e até mesmo anti-democrática. A gente também entende que a decisão surge para desmobilizar a esquerda e fere a liberdade de expressão e manifestação do indivíduo, além de fazer a proteção de grupos reacionários e pró-ditadura, que repudiamos e combatemos fielmente", afirmou o representante.

Na noite desta sexta-feira (05),  o juiz Rodrigo Galvão Medina havia concedido uma liminar proibindo a realização de atos antagônicos na Avenida Paulista. O magistrado acolheu um pedido do governo estadual.

Em nota, o Movimento Somos Democracia disse que, “apesar do inconformismo com a decisão, irá atender a determinação judicial, para preservar a integridade física dos manifestantes e evitar a repressão, mas não vamos recuar dos nossos propósitos de interromper a marcha autoritária que rompe os limites constitucionais e da democracia”.

O movimento informou, porém, que a manifestação será feita no Largo do Batata, às 14h do domingo (7).

    Veja Também

      Mostrar mais