Retorno às aulas será gradual e ainda não tem data definida
Adriano Machado/Agência Brasil
Retorno às aulas será gradual e ainda não tem data definida

Em meio à crise do novo coronavírus (Sars-Cov-2), o número de alunos transferidos da rede particular para a estadual de São Paulo cresceu mais de 10 vezes entre abril e maio deste ano em São Paulo. Em coletiva hoje (5), o secretário executivo da educação, Haroldo Rocha, afirmou que foi criado uma tecnologia para que a migração da rede privada para a pública seja feita online.

O secretário informou que os documentos poderão ser enviados pela internet e que os alunos receberão um código para entrar no centro de mídias e ter acesso ao conteúdo. 

Retorno às aulas será gradual

O secretário executivo da educação afirmou que o retorno às aulas ainda não tem data estipulada, mas que será gradual e realizado em modelo híbrido, ou seja, parte será online e parte presencial.

"Nós vamos voltar em fases combinadas com as fases do Plano São Paulo. A ideia é que a gente volte com 20% dos alunos em um primeiro momento, no segundo momento 50% e, na fase final, 100% dos alunos", continuou.

"Agora vamos ter um trabalho de acolhimento emocional para que tudo volte a funcionar bem. A gente depende da saúde para liberar a retomada das aulas, sabemos que vai ser em fases, e estamos em diálogo com o setor de transporte. Qualquer retorno impacta também o sistema de transporte, com aglomerações", disse Rocha.



    Veja Também

      Mostrar mais