respirador
Reprodução Twitter
Respiradores são fundamentais para a habilitação de novos leitos de UTI

O Governador João Doria confirmou nesta sexta-feira (5) a entrega de 977 respiradores para unidades hospitalares da Grande São Paulo, interior e litoral. De acordo com o governo, o estado conta agora com mais de 7 mil leitos de UTI na rede pública.

Leia mais: 
Baixada santista: prefeitos contestam Plano SP e pretendem retomar atividades
OMS atualiza orientação sobre o uso de máscaras faciais
São Paulo plantará uma árvore para cada vítima da Covid-19

“São Paulo dobrou o número de leitos de UTI desde o início da pandemia , hoje já temos mais de 7 mil leitos no estado em ações integradas com as prefeituras”, afirmou Doria, em coletiva de imprensa transmitida na tarde desta sexta-feira.

O governador também se comprometeu com outros 700 respiradores que devem ser entregues até o final da próxima semana, além de comentar que, caso haja atraso na entrega dos equipamentos - possibilidade apontada por uma das fabricantes chinesas - a compra deve ser cancelada .

A expectativa do Governo do Estado é conseguir manter os índices de internações graves abaixo de 80% e permitir que as cidades atendam a critérios de flexibilização da quarentena e reabertura gradual da economia previstos no Plano São Paulo.


Distribuição

A capital recebeu 721 equipamentos. Na Grande São Paulo, houve envio de aparelhos para Barueri (10), Diadema (10), Francisco Morato (15), Franco da Rocha (10), Guarulhos (15), Itapecerica da Serra (5), Itapevi (10), Itaquaquecetuba (17), Mauá (5), Mogi das Cruzes (10), Osasco (10), Santo André (10), São Bernardo do Campo (30) e São Caetano do Sul (10).

No interior, receberam respiradores hospitais de Campinas (10) e Piracicaba (10) e, no litoral, unidades de Itanhaém (6), Praia Grande (5) e Santos (5).

    Veja Também

      Mostrar mais