Crivella
Agência Brasil
Marcelo Crivella disse que multas ainda não estão sendo aplicadas.

Quem descumprir o decreto que proíbe, por sete dias, o estacionamento na orla do Rio deverá ser multado, informou, nesta terça-feira, o prefeito Marcelo Crivella . Segundo ele, por ora isso ainda não está acontecendo:

Leia também: Ministério Público denuncia dois por ameaça e injúria contra Moraes em ato

"A regulamentação do decreto vai falar em multa . Neste momento ainda não. Primeiro sai o decreto e, depois, a regulamentação. A regulamentação ainda não foi feita. Então, não tem multa por enquanto", disse ele.

O estacionamento de veículos particulares está vetado entre as praias do Leme, na Zona Sul, e Pontal, na Zona Oeste - exceto para os veículos de proprietários que residam nas proximidades. A medida é mais uma entre uma série para tentar conter o aumento dos casos de coronavírus no Rio.

Outras medidas

Além do estacionamento na orla, a prefeitura também restringiu a circulação de carros e pessoas em áreas comerciais de 11 bairros que estavam registrando aglomerações por pelo menos sete dias. Os bairros com restrições são: Tijuca (na Praça Sans Peña - Zona Norte), Grajaú (entorno da Praça Verdun - Zona Norte), Méier (Zona Norte), Madureira (Zona Norte), Cascadura (Zona Norte), Pavuna (Zona Norte), Santa Cruz (Zona Oeste), Guaratiba (Zona Oeste), Realengo (Zona Oeste), Taquara (Zona Oeste) e Freguesia (Zona Oeste).

Leia também: Garçons reproduzem "meme do caixão" em restaurante lotado de Gramado; assista

Outra medida em vigor se refere às lotéricas: apenas as apostas on-line estão permitidas. O prefeito explicou que têm sido observadas aglomerações de idosos, o que se intensificou nos últimos dias porque os concursos da Mega-Sena têm se acumulado.

O funcionamento de bares, lanchonetes e restaurantes também terá maislimitações. A compra com a retirada do produto (take-away) só será permitida caso o estabelecimento consiga permanecer com as portas fechadas. O drive- thru e a entrega em domicílio continuarão permitidos:

A redução de obras públicas nesses sete dias, mantendo apenas as intervenções consideradas essenciais ou de emergência, também foi anunciada pela prefeitura. No caso de obras particulares, o prefeito fez um apelo para que a população participe da iniciativa como forma de reduzir a propagação da Covid-19 .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários