O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo que vai incluir novas categorias nos serviços essenciais que podem continuar funcionando em meio à pandemia do novo coronavírus. Ele também voltou a criticar estados e municípios por medidas ligadas ao isolamento social.

Leia também: Questionado sobre renúncio, Bolsonaro diz que só sai em 2027

Presidente Jair Bolsonaro
Twitter / Reprodução
Vídeo levantou questionamento de seguidores sobre saúde do presidente


Leia também: Cristo Redentor ganha projeção de campanha contra a fome neste domingo

"Amanhã devo botar mais algumas profissões como essenciais aí. Eu abri. Já que eles [governadores e prefeitos] não querem abrir, a gente vai abrindo aí", disse Bolsonaro , ao falar com apoiadores na porta do Palácio da Alvorada .

Ele não deu detalhes de que setores serão abertos. Na semana passada, o presidente já editou um decretado ampliando o rol de serviços essenciais , para incluir atividades e construção civil e industriais.

Leia também: São Paulo bate recorde negativo de isolamento social neste fim de semana

Bolsonaro tem criticado o que considera excessos de autoridades estaduais e municipais e defende a reabertura de um maior número de estabelecimentos comerciais.

    Veja Também

      Mostrar mais