Governador de São Paulo João Dória
Agência Brasil
Governador de São Paulo João Dória

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta sexta-feira (8) a prorrogação das medidas de isolamento social na capital paulista. Inicialmente prevista até o dia 10 deste mês, as ações que visam frear a disseminação da Covid-19 serão estendidas até o dia  31 de maio .

"A quarentena, felizmente, está salvando vidas em São Paulo e outros estados brasileiros. Pessoas que poderiam ter adoecido e falecido estão em vida e agradecendo por estarem vivendo e convivendo com os seus familiares, desfrutando a longa vida que terão pela frente , declarou o governador.

Com a decisão, apenas os serviços essenciais seguem autorizados a funcionar. A ampliação do isolamento se deve à escalada no número de casos e mortes em razão do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Leia mais: Por motivos médicos, David Uip deixa Centro de Contingenciamento para o Covid-19 

"Venceremos a pandemia, mas sabendo os sacrifícios que temos que fazer para salvar mais vidas e proteger mais pessoas. Temos que ficar em casa, respeitar e amar a vida. Respeitar o que mais nobre e importante recebemos de nossos pais: a existência. Compreenda que a nossa decisão de prorrogar a quarentena é a opção pela vida", complementou.

Você viu?

"Não há nenhuma dúvida de que essa medidas devem ser prorrogadas. Poderíamos ter chegado a 700 mil casos hoje se nada tivesse sido feito", informou o Dimas Covas, médico hematologista e diretor do Instituto Butantan.

Veja também: Hospitais de campanha de São Paulo estão evitando colapso, diz prefeitura

Em atualização




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários