Bloqueio de vias em SP não surtiu efeito desejado e acumulou reclamações
Futura Press
Bloqueio de vias em SP não surtiu efeito desejado e acumulou reclamações

O bloqueio parcial que vinha sendo feito em algumas avenidas de São Paulo foi suspenso nesta quarta-feira (6) após funcionar por apenas dois dias. A ação, que tinha como objetivo incentivar o isolamento social, foi substituída por blitzes com enfoque na prevenção da Covid-19.

De acordo com a prefeitura , as ações possibilitam a exibição de mensagens que lembram os motoristas sobre as medidas indicadas para prevenir a disseminação do vírus. Foi instalado, pela Companhia de Engenharia e Tráfego (CET) um painel móvel em cada um dos locais com o alerta "previna-se do coronavírus, fique em casa".

Veja também: Covid-19: queda no isolamento pode levar a segunda onda de contaminação no RIO

Os bloqueios foram suspensos após reclamações de profissionais da saúde que foram barrados pela medida que funcionou segunda e terça-feira. Outro motivo que motivou a suspenção da ação, segundo Bruno Covas , foi que os bloqueios não surtiram o efeito esperado de elevar a adesão ao isolamento; na segunda-feira, o índice de isolamento foi de apenas 48% no município.

A gestão municipal afirmou que continuará com campanhas educativas nos meios de comunicação e em cruzamentos da cidade, distribuindo panfletos que pedem para que a população fique em casa

Leia mais: Maioria dos brasileiros com Covid-19 tem de 20 a 39 anos, diz estudo

Ações de  fiscalização também devem intensificadas e comerciantes que não respeitarem o decreto de funcionamento de apenas serviços essenciais serão multados caso abram seus estabelecimentos.

    Veja Também

      Mostrar mais