Alguns estados brasileiros já estão próximos do colapso do sistema de saúde
Agência Brasil
Alguns estados brasileiros já estão próximos do colapso do sistema de saúde

Atualmente com 5.511 mortes por Covid-19 contabilizadas, o Brasil pode dobrar o número de vítimas fatais até o próximo domingo (3), diz estudo do Imperial College de Londres. Segundo a instituição, o Brasil é, entre todos os países do mundo, o de pior situação , com o número de casos "em provável crescimento" e um registro "muito grande" de óbitos.

O levantamento da instituição levou em consideração 48 países, e apontou que o número de vítimas fatais neste período só será "muito alto" (acima de 5 mil) em dois países: Estados Unidos e Brasil.

Leia também: Governo federal só enviou 11% dos kits de UTIs prometidos aos estados

O Imperial College também desenhou, como alternativa, um cenário menos pessimista. Neste, os cientistas praviam 5,6 mil óbitos até o fim desta semana no Brasil. No entanto, é pouco provável, já que o Ministério da saúde contabilizava ontem (29) 5.466 mortes pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) no país. Os números previstos para os EUA são maiores: vão de 13 a 15 mil, porém, por lá a epidemia já está se estabilizando.

O Imperial College é uma das mais instituições mais renomadas em modelagem matemática, e vem publicando projeções desde o início da pandemia na Europa. Inclusive, foram os números do Imperial College que fizeram o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson - que chegou a contrair Covid-19 -, se convencer de que o isolamento social era necessário para evitar uma catástrofe.

Veja mais: Greta Thunberg doa US$ 100 mil ao combate contra Covid-19

O estudo lista ainda os países em que a disseminação do vírus está "provavelmente declinando", como França, Itália e Espanha e outros em que há estabilidade ou crescimento lento, como Alemanha, Reino Unido e os EUA.

A pior projeção é para nove países em que a epidemia ainda se encontram ascendente. Nestes, estão inclusos o  Brasil, Canadá, Índia, México e Rússia. Em número de reprodução de casos o Brasil é lider; cada infectado transmite para aproximadamente três outros, o que indica que a velocidade do crescimento do número de casos é bastante alto.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários