Medida provisória visa conter disseminação do vírus nas cadeias paulistas
Agência Brasil
Medida provisória visa conter disseminação do vírus nas cadeias paulistas

Foi publicado nesta terça-feira (28) no Diário Oficial a suspensão das visitas nos presídios paulistas pelos próximos 30 dias. A medida tem como intuito conter a propagação do novo coronavírus (Sars-Cov-2) nas cadeias paulistas.

A suspensão pode ser reavaliada a qualquer momento, "em decorrência do cenário de saúde pública reinante no Estado", diz o texto publicado na manhã de hoje. 

Veja também: Violência contra a mulher deve aumentar 20% na quarentena

Normalmente, os detentos têm direito a indicar 8 pessoas que possam visitá-lo nos dias demarcados, sendo 2 delas nos mesmos dias. 

De acordo com a última informação divulgada em 17 de abril pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) do estado de São Paulo , havia pelo menos 4 presos contaminados e mais 51 com suspeita da doença.

Veja mais: São Paulo tornará obrigatório o uso de máscara no transporte público

O estado de São Paulo vem praticando medidas de isolamento social desde que foi decretado estado de calamidade pública. Os serviços não essenciais estão fechados e as medidas restritivas não sofrerão flexibilização até 10 de maio, quando serão reavaliadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários