Nelson Teich se reúne hoje com Bolsonaro em Brasília
Youtube/Reprodução
Nelson Teich se reúne hoje com Bolsonaro em Brasília

O nome de Nelson Teich passa a ganhar força para substituir Mandetta no comando do Ministério da Saúde . Oncologista e com artigo publicado em defesa do isolamento horizontal para conter epidemia de Covid-19, Teich chegou à Brasília nesta quinta-feira (16) para reunião com presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Um dos assuntos que deve ser tratado é a necessidade de testagem em massa da população.

Em artigo recente sobre a pandemia, Teich mostrou ideias próximas às de Mandetta.  "Diante da falta de informações detalhadas e completas do comportamento, da morbidade e da letalidade da Covid-19, e com a possibilidade do Sistema de Saúde não ser capaz de absorver a demanda crescente de pacientes, a opção pelo isolamento horizontal, onde toda a população que não executa atividades essenciais precisa seguir medidas de distanciamento social, é a melhor estratégia no momento", escreveu ele no dia 3 de abril.

Veja também: Em operação de guerra, Maranhão dribla Bolsonaro e compra respiradores da China

Em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), a relação entre Bolsonaro e Mandetta chegou a ficar insustentável. Uma das principais discordâncias entre o ministro e o presidente é sobre o isolamento da população como estratégia para conter o avanço do vírus. Diferentemente de Mandetta, Bolsonaro defende medidas mais brandas, como o isolamento apenas aos indivíduos dos grupos de risco.

Em 24 de março,Teich publicou artigo intitulado "COVID-19: Histeria ou Sabedoria?"  Nele, o oncologista dá atenção às dificuldades enfrentadas pelo gestor de saúde em meio à pandemia e cita alguns pontos que considera importantes.

Leia mais: Covid-19: autópsia de vítimas mostra "agressividade impressionante" do vírus

"Não me coloco aqui como alguém que defende um lado ou outro, na verdade é o oposto, não pode existir lado. O fundamental é analisar criticamente e de forma contínua a situação e as projeções, integrando continuadamente a nova informação na análise. A informação que chega a cada dia precisa ser complexa, detalhada e em tempo real. É necessário rever diariamente a realidade, os cenários, as projeções e as ações", escreveu.

    Veja Também

      Mostrar mais