Indígena Suzane sentada de máscara; profissional de saúde mede sua temperatura arrow-options
Arquivo pessoal
Suzane é agente de saúde e foi primeira indígena e ter Covid-19 confirmada

Além da agente de saúde Suzane da Silva Pereira, de 20 anos, mais três familiares com quem ela manteve contato testaram positivo para o novo coronavírus (Sars-Cov-2). Suzane foi a primeira indígena a ser contaminada pela doença no Brasil.

Leia também: Brasil tem 553 mortes e 12.056 casos confirmados de Covid-19

A mãe, de 39 anos; a filha, de 1 ano e 10 meses; e o primo de quarto grau, de 37 anos, todos da etnia Kokama , estão infectados. Os exames do pai e do marido de Suzane deram negatvo. A informação foi confirmada ao jornal O Globo pelo secretário de Saúde do município de Santo AntÔnio do Içá, Fransciso Ferreira Azevedo, e pela própria Suzane.

Com mais essas confirmações, o número de indígenas infectados no país chegou a ao menos quatro. Suzane  já havia dito que sua filha e sua mãe estavam gripadas há alguns dias, esta última com perda de olfato e dores de cabeça.

Leia também: "Brasil vê resultado de agir cedo contra a Covid-19", diz especialista

Suzane disse ao jornal O Globo que eles passam bem. "Apenas o olfato e paladar da minha mãe que não retornou. A nenê está bem. Meu olfato está voltando e meu paladar também", contou por telefone. O primo dela se recupera em outra casa.

    Veja Também

      Mostrar mais