Canal de doações aceitará dinheiro, materiais e serviços do setor privado e sociedade civil
Agustin Marcarian - Reuters / Reprodução
Canal de doações aceitará dinheiro, materiais e serviços do setor privado e sociedade civil

O Estado de São Paulo anunciou, nesta segunda-feira (23), o recebimento de R$ 96 milhões doados pelo setor privado, que incluem valor em dinheiro, materiais e serviços que serão empregados nas áreas médica e hospitalar, assistência social, segurança pública e logística no combate ao novo coronavírus . Além disso, canal foi criado para concentrar doações do setor privado e da sociedade civil.

A mobilização resultou na doação de 345 respiradores e monitores para implantação no Hospital das Clínicas; R$ 4 milhões para a compra de equipamentos hospitalares; 100 mil máscaras cirúrgicas; apoio com logística e serviços da ordem de R$ 25 milhões; R$ 1 milhão para montagem de hospital de campanha em parceria com o Hospital das Clínicas da Unicamp com capacidade para 100 leitos; viabilização de dois centros de acolhimento em escolas estaduais de Paraisópolis com mais de mil leitos e R$ 1 milhão para apoio a pequenos e microempreendedores.

Em gêneros alimentícios, produtos de limpeza e higiene pessoal, serão repassados R$ 7 milhões em alimentos e R$ 1 milhão em refeições prontas; R$ 5 milhões em cestas básicas e itens de primeira necessidade para comunidades carentes; 1 milhão de litros de álcool 70%; 150 mil litros de álcool que serão transformados em álcool em gel; R$ 5 milhões em álcool em gel; e R$ 1 milhão em produtos de limpeza e higiene pessoal.

Veja também: Tabata Amaral diz que Bolsonaro "representa risco ao seu próprio país" 

Foi anunciado também um pacote de medidas a serem desenvolvidas em parceria com a iniciativa privada. Para os locais de grande adensamento, como as favelas, haverá captação e distribuição de 275 mil kits de limpeza para residências, higiene pessoal, cestas básicas, água potável e gás. Também serão captados 10 mil kits de camas e insumos para montagem de alojamentos provisórios para isolamento de pessoas com sintomas.

Serão distribuídos kits de EPI (Equipamentos de Proteção Individual) para as equipes que fazem acolhimento a idosos em instituições de longa permanência - em equipamentos do Estado e dos municípios. Além disso, o Bom Prato passará a distribuir as refeições prontas em embalagens descartáveis para consumo em domicílio.

“Este é um momento crítico da vida mundial. Não é um tema apenas do nosso país e o Brasil está dando exemplo de solidariedade. Todos estão oferecendo a sua contribuição, tanto empresários, representantes da sociedade civil, equipes de saúde, de segurança, profissionais atuando em serviços essenciais, a nossa equipe de secretárias e secretários. Quero transmitir a minha emoção em ver tantas pessoas solidárias em um momento tão difícil como esse”, afirmou Doria.

Veja mais: Doria anuncia realização de dois mil testes de covid-19 por dia 

Canal de doações

A frente responsável pela organização do recebimento de doações foi criada pelo Comitê Executivo do Governo COVID-19. A comissão que cuidará dessa finalidade está estrutura pelo Edital de chamamento público nº 01/2019, processo SPDOC nº 301699/2019, prorrogado até 24/09/2020.

O Fundo Social de São Paulo (FUSSP) concentrará as doações em dinheiro. As informações para transferência são:

• Banco do Brasil
• Agência nº 1897-X
• Conta corrente nº 19.490-5
• CNPJ/MF nº 44.111.698/ 0001-9
ou por meio de boleto bancário

Para mais informações sobre como doar, acesse o hotsite do coronavírus (www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus). Em caso de dúvidas ou mais informações: doacaodebens@sp.gov.br.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários