IstoÉ

Caso aconteceu em Itaperuna, no Rio de Janeiro.
Reprodução/Facebook
Caso aconteceu em Itaperuna, no Rio de Janeiro.

Um jovem de 19 anos foi encontrado morto nesta segunda-feira (27) em Itaperuna, no Rio de Janeiro . Taciano dos Reis Gama estava desaparecido há dois dias depois de ter mergulhado no rio Muriaé, durante uma enchente , no último sábado (25). As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Leia também: Inundações deixam 15 mil desabrigados em oito municípios do Rio de Janeiro 

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram o momento em que um grupo de jovens salta de uma ponte. Eles são arrastados pela forte correnteza e têm dificuldades para agarrar as pranchas lançadas na água.

Urgente: Jovem desaparece ao pular nas águas do Rio Muriaé em Itaperuna.Momento foi registrado através de vídeo e compartilhado em redes sociais. Veja 👇

Posted by Rádio LIDER Varre-Sai RJ on Saturday, January 25, 2020

Você viu?

“Meus amigos, hoje, meu primo, Taciano dos Reis Gama, pulou no rio da Ponte do Cinema e, desde esse momento, está desaparecido . Ainda não temos maiores informações”, escreveu um primo do rapaz no Facebook.

Ainda de acordo com a Folha, os bombeiros começaram as buscas por volta das 17h do último sábado (25), pararam quando anoiteceu e voltaram a procurá-lo no domingo (26), com o auxílio de um helicóptero. Na segunda, eles foram acionados às 13h40 por pessoas que avistaram Taciano e o levaram para a margem do rio.

O corpo do menino foi retirado da água e levado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Campos dos Goytacazes, a cerca de duas horas da cidade. “Meus amigos, encontramos nosso menino, Taciano, porém sem vida! Peço a todos que, neste momento de muito pesar, nos fortaleçam com as vossas orações”, comunicou o primo da vítima por meio das redes sociais.

Itaperuna está em situação de emergência

A Prefeitura de Itaperuna decretou situação de emergência na noite de domingo por causa das chuvas intensas. Segundo a prefeitura, uma das cidades mais atingidas, o nível do rio atingiu 5,99 metros por volta das 21h desta segunda-feira (27), mas durante a madrugada o nível da água começou a baixar e na medição das 10h desta terça-feira estava em 5,84 metros. A cota de transbordo é de 4,50 metros.

A administração municipal também informou que as inundações começaram na noite de sexta-feira (24) e já deixaram 3.570 pessoas desalojadas e 75 desabrigadas, chegando ao total de 15.800 pessoas afetadas.

Leia também: Sobe para 50 o número de mortos pelas chuvas em Minas Gerais 

O acumulado de chuvas desde o dia 21 chega a 134 milímetros, o que corresponde a 77% do esperado para todo o mês de janeiro. A prefeitura informa que a tubulação de abastecimento de água dos distritos de Retiro do Muriaé, Nossa Senhora da Penha, Comendador Venâncio e de outros bairros foi danificada e a população dessas comunidades está sem acesso à água potável.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários