Cidade de Itaperuna foi muito atingida pelas chuvas
Divulgação
Cidade de Itaperuna foi muito atingida pelas chuvas

O corpo de Tarciano dos Reis Gama, de 19 anos, foi encontrado ontem por bombeiros no bairro Matadouro, em Itaperuna, no Noroeste Fluminense. O rapaz e outros três jovens pularam da Ponte de Ferro no Rio Muriaé, no último sábado. Tarciano foi arrastado pela correnteza. Oito municípios do Norte e Noroeste Fluminense foram afetados pelas inundações. Pelo menos 15 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas em consequência das fortes chuvas. As informações são do jornal O Dia .

Leia também: Aras dá cargo de R$9 mil a sobrinha de seu braço direito na Procuradoria

De acordo com o secretário municipal de Governo de Itaperuna, Franciney de França, a cota de transbordo do Rio Muriaé é de 4,50 metros, mas o afluxo ainda estava em 5,64 metros na tarde de ontem. A cidade está em situação de emergência, com 3.570 desalojados e 75 desabrigados. "Lamentamos muito a morte do rapaz. Mas não se deve pular no rio em condições de enchentes", alertou o secretário.

Um trecho da BR-356 que passa por Itaperuna, ligando o Estado do Rio a Minas Gerais, chegou a ser totalmente interditado por conta do nível do Rio Muriaé. O Hospital São José do Avaí, referência para as cidades do Noroeste, também foi invadido pela água. É preciso usar botes para chegar ao local. Corpos de pacientes mortos no hospital também estão sendo retirados com a ajuda de pequenas embarcações.

Você viu?

Segundo a Defesa Civil estadual, além de Tarciano, outra morte foi registrada em Porciúncula. O músico Anderson Titolei morreu devido à enchente do Rio Carangola, que chegou a 8,22 metros. O nível de transbordo é de 5,20 metros. As chuvas deixaram 85% da cidade submersa, com várias ruas alagadas.

Caos em Porciúncula

Conforme os moradores, Porciúncula enfrenta a maior inundação da sua história. Segundo o secretário de Defesa Civil do município, Gilmar Gonçalves, a população relatou situação semelhante em 1985. Porciúncula tem 4.500 desalojados e 183 desabrigados.

Leia também: MEC libera consulta do Prouni mesmo com inscrições suspensas

"Parece que a cidade foi atingida por um ‘tsunami’. Há muita lama e lixo. As chuvas atingiram o município por dez dias. Graças a Deus, o sol apareceu hoje (ontem)", comentou o secretário. Também em Porciúncula, a água chegou a ser totalmente cortada pela Cedae, mas ontem o serviço foi restabelecido.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários