escola borrada
Reprodução
ATENÇÃO IMAGENS GRÁFICAS AGRESSIVAS IMPACTANTES

Uma rejeição amorosa pode ter causado o ataque a tiros cometido por um aluno da Escola Estadual Orlando Tavares, na cidade de Caraí, interior de Minas Gerais, na manhã desta quinta-feira (7).

À imprensa, o coronel Marinho, responsável pela investigação do caso, afirmou que o jovem foi “desprezado” por duas meninas da escola . “Duas estudantes da escola se negaram a ter um relacionamento com o suspeito, a namorar com ele. E essa teria sido a motivação para o crime", disse.

Apesar dessa suspeita, o oficial disse que o adolescente se recusou a comentar sobre o que teria motivado o crime . Após a polícia detê-lo, o padrasto dele, de 80 anos foi preso por omissão de cautela. Ele era dono da arma do modelo garrucha utilizada pelo adolescente.

Leia também: Aluno armado invade escola e atira em colegas em Minas Gerais

As duas pessoas encaminhadas ao hospital eram estudantes. Um deles levou um tiro de raspão no pescoço na hora em que ajudava a professora a fechar a porta e impedir que o adolescente entrasse no local. A polícia ainda não sabe se o outro aluno foi atingido por um tiro ou por golpes do facão que também era levado pelo estudante.

Ataque à escola

O aluno, que não teve identidade revelada pela polícia , entrou na escola por volta das 8h desta quinta-feira munido de uma garrucha com dois canos, um facão e um simulacro de pistola. Ele faltou à aula e pulou o muro da instituição para entrar no local.

Leia também: Tiros com arma encostada na cabeça mataram os assassinos de Suzano, revela IML

escola
Redes sociais / Reprodução
Imagens da sala de aula após aluno ser baleado foram divulgadas nas redes sociais

Segundo testemunhas, o jovem tentou entrar em uma sala de aula com a arma, mas foi impedido por uma professora que segurou a porta com ajuda de alunos. Nesse momento, ele disparou contra a porta e atirou a esmo nos corredores da instituição. Dois alunos da escola foram socorridos e estão em estado estável. O aluno atirador foi preso tentando fugir.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários