Bombeiros atuando em Brumadinho
Agência O Globo
Bombeiros estão atuando há 9 meses nas buscas dos desaparecidos

O Corpo de Bombeiros encontrou neste domingo (3) partes de um corpo de vítima do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, Minas Gerais. Os restos mortais encontrados, entre eles um crânio, serão examinados para determinar a identidade da vítima. Há a possibilidade de ser de alguma vítima já foi identificada anteriormente.

Leia também: Desde 2018, pelo menos um agente penitenciário morre por semana em São Paulo

As buscas por vítimas da tragédia já dura nove meses. No dia 25 de janeiro, a barragem da Vale, no Córrego do Feijão, se rompeu e os rejeitos atingiram a área administrativa da empresa e parte da comunidade da Vila Ferteco. O acidente ocorreu três anos após a tragédia de Mariana, o maior desastre ambiental do país até então, que havia deixado 19 mortos.

Em setembro, a Polícia Federal (PF) concluiu o relatório parcial de investigação sobre a tragédia e indiciou sete funcionários da Vale e seis da consultora TÜV SUD pelos crimes de falsidade ideológica e uso de documentos falsos. Por se tratar de crime ambiental , as duas empresas também estão entre os indiciados. Nenhum executivo da mineradora está na lista, apenas um diretor da empresa alemã.

Leia também: Incêndio atinge o Parque do Carmo, na zona leste de São Paulo

No dia 19 de outubro foi localizado o corpo de Robert Juan Oliveira Teodoro, de 19 anos. Até o momento, o número de mortos oficial é 152. As buscas - que não tem prazo para acabar - seguem por 18 pessoas que ainda estão desaparecidas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários