Tamanho do texto

Em nota, a Prefeitura de Anhembi se disse "surpresa" e "indignada" com o fato e disse que abrirá sindicância para investigar conduta do funcionário

Ambulância arrow-options
Reprodução/Facebook
Prefeitura de Anhembi abriu processo administrativo para apurar a conduta do funcionário

Um morador de Itatinga, São Paulo, flagrou o exato momento em que uma ambulância estava sendo usada para transportar móveis de uma mudança. Na foto publicada nas redes sociais do rapaz, é possível ver que o veículo estava transportando um sofá.

Leia também: 

"Trabalho humilde", diz Eduardo Bolsonaro sobre emprego em fast food nos EUA

Na legenda, o autor da imagem ainda foi irônico: "Enquanto isso, em Itatinga, nosso querido sofá passa bem", disse. A publicação gerou grande repercussão pela cidade, principalmente pelo fato de que a ambulância deveria estar em Botucatu, realizando o transporte de um paciente.

Por meio de nota, a Prefeitura de Anhembi se disse "surpresa" e "indignada" com o fato. Além disso, ium processo administrativo foi aberto para apurar a conduta do funcionário, que foi afastado do serviço.

"A Prefeitura de Anhembi esclarece que tomou ciência com surpresa e indignação sobre o fato relatado por um morador e veiculado pela imprensa regional de uma ambulância pertencente à frota da Saúde que foi flagrada no município circunvizinho de Itatinga -SP transportando um objeto incompatível com sua finalidade.

Deixamos claro que a ambulância havia sido enviada para Botucatu para o transporte de um paciente, portanto desconhecemos a razão pela qual a mesma foi flagrada na cidade de Itatinga.O responsável pelo setor não autorizou o deslocamento.

Leia também: Arma apreendida na casa de Flordelis foi usada para matar pastor

Assim que tomou conhecimento a Prefeitura iniciou a abertura de um processo administrativo para apurar a conduta do funcionário e já o afastou momentaneamente de sua função. A Prefeitura de Anhembi reitera que não compactua com tal ação e a repudia veementemente. Em se tratando de Saúde pública o caso torna-se ainda mais grave, sendo que o veículo é de uso público, coletivo e para uma finalidade de primeira prioridade".