Tamanho do texto

Bruno e Luiz se relacionavam com uma mesma mulher no litoral de SP; revoltado por ter sido protelado, Luiz matou o companheiro a facadas

IstoÉ

trisal
Reprodução/Facebook
Trisal acaba em morte em Santos - homem não se conformou em ser protelado e matou o campanheiro

O auxiliar administrativo, de 23 anos, morto a facadas por Luiz Felipe de Oliveira Galdino , de 25 anos, estava separado da ‘pivô’ do crime há dois dias, segundo familiares. Conforme relatam, Bruno Botelho Vieira recebeu uma mensagem da mulher com a qual mantinha relacionamento ao mesmo tempo que Luiz, pedindo que ele a encontrasse no local em que morreu. As informações são do G1.

Ao G1, o estagiário Renan Botelho Vieira, de 27 anos, relatou que o irmão havia voltado a morar com a mãe há dois dias. “Houve um desentendimento entre os três [do trisal ] e meu irmão tinha dado um fim na relação”, conta.

O homicídio aconteceu na madrugada de quarta-feira (3), no bairro Castelo. No mesmo apartamento moravam o operador de telemarketing Luiz Felipe, Bruno e a mulher, de 20 anos, com quem os dois mantinham relacionamento.

Leia também: Adolescentes torturam e matam menina de 14 anos e divulgam vídeo na internet

De acordo com o irmão da vítima, seus pais foram dormir por volta de 1h no dia do crime, quando a mulher teria enviado uma mensagem a Bruno dizendo que queria reatar o relacionamento e ficar apenas com ele.

“Então meu irmão foi encontrá-la. Mas, foi lá que Luiz teria surpreendido os dois e esfaqueado Bruno. O estranho é que o celular dele sumiu após o ocorrido. Testemunhas nos afirmam que ela tinha pego todos os pertences dele, inclusive o celular, mas ela não devolveu. Não sabemos se teve medo de ser ligada ao crime ou se realmente tem ligação”, diz Renan.

Após o crime, em uma rede social, a mãe de Bruno desabafou em diversas postagens sobre a morte do filho e, em uma delas, culpou a mulher pelo que aconteceu. “A maior culpada disso tudo foi você”, disse em uma das publicações. “Ela tirou meu filho da minha casa na madrugada e levou ele pra morte’, afirmou em outra postagem.

Leia também: Por ciúmes 'de outra', mulher arranca testículos do marido durante jogo erótico

A mãe do jovem ainda relatou que o filho era muito apaixonado pela menina que seria o ‘pivô’ do ocorrido e por isso aceitava a situação de trisal , mesmo ficando incomodado pela mulher manter o relacionamento também com Luiz Felipe.