Tamanho do texto

Wallace Sampaio da Silva só se preocupou se iria ser preso, segundo polícia

l
Agencia O Dia/
A aposentada morta com golpes de chave de fenda foi enterrada na manhã desta terça

O jovem que foi preso pel a morte da aposentada Helena Morier Fonseca, de 78 anos, contra quem deu golpes com uma chave de fenda na cabeça, não mostrou nenhum arrependimento ao confessar o crime. De acordo com o delegado Jefferson Ferreira, da Delegacia de Homicídios da Capital (DH), no momento em que foi encontrado, na casa dos pais, Wallace Sampaio da Silva, 20, só estava preocupado se iria ser preso.

Na manhã de sábado, Wallace foi até a casa da aposentada, na Praça Seca, em Jacarepaguá, para fazer um trabalho de restauração nas janelas da casa dela. Ele foi indicado por um conhecido da família. À polícia, o jovem disse que, na ocasião, teve uma discussão com a idosa por causa do serviço, dizendo que ela o teria agredido. Por isso, ele diz ter aplicado os golpes com a chave de fenda contra a cabeça dela.

"Esse fato (a agressão por parte dela) foi totalmente descartado por causa do porte físico dele", conta o delegado.

O delegado diz ainda que Wallace foi identificado no mesmo dia do crime, porque os familiares da vítima sabiam que ele tinha sido contratado para o serviço. Imagens de câmeras de segurança da vila onde a idosa morava também ajudaram na identificação dele.

Leia também: Menina sobe em torre para tirar selfie e cai em caixa d'água de 20 metros

"A gente localizou o paradeiro dele e o prendemos na casa dos pais. Ele não se arrependeu em nenhum momento, pelo contrário, ficou preocupado se iria ser preso ou não", Ferreira afirma.

De acordo com o delegado, Wallace vai ser indiciado por homicídio ou latrocínio (roubo seguido de morte). Um celular e cerca de R$ 200 foram levados da casa da idosa, mas a polícia quer saber em que momento o material foi roubado.

"A gente está vendo se a morte foi decorrente dessa subtração ou se foi depois do crime", Ferreira alega. O corpo da aposentada foi enterrado na manhã desta terça-feira, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, também na Zona Oeste do Rio.