Tamanho do texto

Moradores da cidade mineira viveram momentos de tensão na madrugada desta 5ª, após criminosos roubarem agência e trocarem tiros com a polícia

Tiroteio Uberaba
Reprodução/Twitter
Imagens mostram veículos utilizados pelos assaltantes durante a ação

A madrugada desta quinta-feira (27) foi de terror e angústia para os moradores da cidade de Uberaba, no estado de Minas Gerais. Por volta da 03h30, um grupo de criminosos trocou tiros por mais de 1h com policiais militares após arrombar e assaltar uma agência bancária da cidade.

Segundo informações da Polícia Militar , os criminosos, que estavam em caminhonetes, carros e caminhões, portavam armas de grosso calibre e cercaram as principais ruas do Centro e a praça Rui Barbosa com os veículos, na tentativa de dificultar a passagem das viaturas.

Leia também: PF prende assessor do ministro do Turismo em caso dos candidatos laranjas do PSL

Lá, realizaram um ataque à agência do Banco do Brasil, na Avenida Leopoldino de Oliveira. Druante a ação, dispararam tiros em diversas direções para intimidar os agentes da força policial que se deslocaram para atender o chamado.

Nas redes sociais, imagens do assalto mostraram a ação dos bandidos e o intenso tiroteio , que foi ouvido em diversas regiões da cidade. Além disso, foi possível ver que os criminosos amarraram um corpo em um dos carros de fuga para evitar que a polícia alvejasse o veículo.

Outro vídeo, gravado por uma pessoa que estava no Hospital das Crianças, localizado no bairro Estados Unidos, mostra alguns pacientes, inclusive recém-nascidos, deitados no chão, na tentativa de se esconder de uma possível bala perdida.

Ainda de acordo com a PM , duas pessoas foram baleadas durante a ação, um homem e uma mulher, que estaria em estado gravíssimo após ser atingida na cabeça por um dos projéteis. Ambos foram encaminhados para um hospital da região.

A Prefeitura de Uberaba , por meio de suas redes sociais, informou que os órgãos públicos municipais ficarão fechados na manhã desta quinta e devem ter o funcionamento normalizado a partir do meio dia. Já os setores de atendimento médico de urgência e emergência seguirão ativos, recebendo orientação das forças de segurança.

Leia também: Ruim de invadir? PM mata Fernandinho Guarabu, chefe do tráfico no Morro do Dendê

Já a Cemig, Companhia Energética de Minas Gerais , informou que mais de 1,3 mil residências ficaram sem energia após o ataque. Especula-se que os danos possam ter sido causados pelos tiros disparados ou de forma intencional pelos criminosos, como uma tentativa de facilitar a fuga após o roubo.