Tamanho do texto

Apesar de todas as manifestações, concessionárias confirmaram que metrô, trem, BRT e ônibus circularam normalmente na manhã desta sexta-feira

Greve Rio
Reginaldo Pimenta / Agência O Dia
Protestos fizeram com que motoristas e usuários do transporte público deixassem os veículos e caminhassem pelas vias

Diversos pontos da cidade do Rio tiveram concentração de manifestantes, que estão se reunindo contra a reforma da Previdência e o corte de verbas na Educação, nesta sexta-feira (14). Os grupos bloquearam diversas vias, principalmente as que dão acesso ao centro.

Leia também: Em dia de greve geral, transporte em São Paulo tem operação parcial; acompanhe

De acordo com o Centro de Operações (COR), por volta das 10h25, o congestionamento na cidade chegava a 25 km (a média das últimas três sextas-feiras para o horário foi de 55 km). Já as concessionárias confirmaram que, até o momento, metrô, trem, BRT e ônibus circulam normalmente.

Um dos principais pontos de concentração dos manifestantes no Rio aconteceu na Avenida Brasil, na altura do Into, no Caju. Pouco depois das 7h30, houve uma confusão no local com PMs jogando bombas de efeito moral para dispersar os manifestantes e tentar liberar o tráfego na região. O grupo deixou o local pouco depois das 8h.

De acordo com um integrantes do protesto, o grupo tinha acordado com a própria Polícia Militar que sairia do Into e faria uma caminhada em direção à Rodoviária Novo Rio, ocupando apenas uma pista da avenida. No entanto, em determinado momento, os manifestantes foram surpreendidos pela chegada de agentes do Batalhão de Choque já soltando as bombas.

A concentração dos manifestantes fez com que o acesso da Ponte Rio-Niterói à via expressa fosse fechado, com o desvio sendo feito pelo Viaduto do Gasômetro. Por volta de 7h, de acordo com a Ecoponte, a travessia no sentido Rio da Ponte atingiu o pico de 1h15. Pouco depois das 9h, o tempo retornou aos normais 13 minutos.

Leia também: "Achei que teria greve de verdade", brinca passageira em estação de trem

Confira alguns pontos de bloqueio

NiteróiAvenida Marquês do Paraná (na altura do Hospital Antônio Pedro)
Avenida Brasil : altura do Into, no Cajú (liberada por volta das 8h)
Ilha do Governador : Acesso da Avenida Brigadeiro Trompowski ao Fundão (cerca de 20 minutos no início da manhã, após manifestantes colocarem fogo em barricadas)
Campos dos Goytacazes : km 76 da BR-101 Norte (liberada às 7h46)
Duque de Caxias : Km 113 da BR-040, na altura da Reduc (liberada às 8h06)