Tamanho do texto

Emenda de parlamentares da bancada fluminense reservou R$ 55 milhões para a restauração; corte de recursos atinge a UFRJ, responsável pelo museu

Museu Nacional
O Dia
Museu Nacional foi destruído por incêndio no ano passado

Os cortes de verba anunciados pelo Ministério da Educação vão atingir 21,63% dos recursos destinados à reconstrução do Museu Nacional, no Rio de Janeiro. O edifício foi destruído por um incêndio em setembro do ano passado. 

O governo bloqueou R$ 5,8 bilhões da educação no final de abril. Por conta disso, ao menos 63 universidades públicas e 38 institutos federais de ensino foram afetados. Entre elas está a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), que é responsável pelo Museu Nacional. 

De acordo com um levantamento da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), os cortes do MEC vão reduzir R$ 11,9 milhões dos R$ 55 milhões que estavam reservados para a reconstrução do museu.

Sendo assim, o orçamento final será de R$ 43,1 milhões. O valor inicial havia sido sugerido pelo diretor do Museu Nacional , Alexander Kellner, e proposto por uma emenda coletiva da bancada do Rio de Janeiro na Câmara. Os R$ 55 milhões seriam utilizados para a primeira fase de reconstrução, que está  prevista para começar este ano e terminar até 2021.