Tamanho do texto

Manifestantes, incitados pelos oradores dos carros de som, também demonstram hostilidade aos profissionais de imprensa que cobrem o ato

Manifestantes pró-Bolsonaro vestidos de lagosta em Brasília
Reprodução/Twitter
Manifestantes pró-Bolsonaro vestidos de lagosta em Brasília




Em Brasília, cerca de 3 mil pessoas acompanham as manifestações pró-Bolsonaro, segundo informações da Polícia Militar do Distrito Federal. Seguido por por três trios-elétricos o ato se concentra no entorno da rodoviária, seguindo direção ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Uma vez no STF , os manifestantes prometem fazer um "almoço de lagosta ", ironizando um episódio recente em que a Corte foi pressionada a cancelar a compra de itens gastronômicos de alto valor .

O ato em Brasília apoia o pacote anticrime do ministro da Justiça Sérgio Moro; pede a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o Supremo; defende a aprovação da reforma da Previdência e a flexibilização da posse e do porte de armas, definidas por decretos presidenciais.

Nos carros de som, os manifestantes também dirigiam palavras de ordem e críticas aos deputados federais e senadores, que, na visão deles, "não deixam Bolsonaro trabalhar".

Oração

Depois de caminhar por 20 minutos, os apoiadores do governo fizeram uma parada em frente à Catedral de Brasília, para uma oração "com o objetivo de abrir o coração dos políticos". Os manifestantes, incitados pelos oradores dos carros de som, demonstram hostilidade aos profissionais de imprensa que cobrem o ato.

Leia também: Siga ao vivo as manifestações pelo Brasil em apoio ao governo Bolsonaro

Segundo organizadores, a expectativa era que o ato reunisse pelo menos 30 mil pessoas na capital do país. Eles admitiram que até as 11 horas o público estava abaixo da expectativa, mas esperavam que a adesão crescesse com o decorrer do ato.