Tamanho do texto

Rafael Gomes da Costa era procurado pela venda de apartamentos no edifício que desabou no dia 12 de abril na Muzema, zona oeste do Rio

Escombros do prédio que desabou na Muzema
Centro de operação da Prefeitura do RJ
Rafael vai responder por homicídio qualificado multiplicado por 24

A Polícia Civil prendeu, na noite de sábado (18), um dos envolvidos no desabamento de um prédio na comunidade da Muzema , em Jacarepaguá. Rafael Gomes da Costa era procurado pela venda de apartamentos no edifício que desabou no dia 12 de abril, deixando 24 mortos.

Leia também: Túnel Acústico é liberado no sentido São Conrado; Rio está em estágio de atenção

Segundo nota divulgada pela assessoria da Polícia Civil , Rafael foi capturado do bairro do Leblon, durante diligências com a intermediação de seu advogado e a delegada Adriana Belém, da 16ª Delegacia de Polícia (Barra), responsável pelas investigações.

Rafael vai responder pelo crime de homicídio qualificado multiplicado por 24 vezes, além de ser investigado por lavagem de dinheiro e organização criminosa. Outras duas pessoas continuam foragidas: José Bezerra de Lima, o Zé do Rolo, e Renato Siqueira Ribeiro.

Leia também: Prefeito diz que Barão de Cocais "morreu"; Vale minimiza riscos em barragem

A polícia suspeita de que a construção do prédio que desabou, e outros construídos sem licenciamento na região da Muzema , seja feita pela atuação, direta ou indireta, da milícia que atua na localidade.