Tamanho do texto

Prefeitura derrubou liminar que proibia a interdição da Avenida Paulista por 24h seguidas; bloqueio a carros acontecerá durante Virada Cultural

Pessoas se exercitam na Avenida Paulista
Daniel Mello/Agência Brasil
Avenida Paulista costuma ficar fechada para a circulação de veículos aos domingos

Pela primeira vez, o corredor da avenida Paulista, símbolo da cidade de São Paulo, ficará aberta apenas aos pedestres e ciclistas por 24 horas, das 18h deste sábado (18) até o mesmo horário de domingo (19). Neste período, a região será palco de atrações da Virada Cultural em instituições como o Instituto Moreira Salles (IMS), a Japan House, o Sesc Paulista, Itaú Cultural e o vão do Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Leia também: São Paulo tem operação especial para a Virada Cultural neste sábado; confira

O bloqueio da avenida Paulista para veículos automotores chegou a ser impedido por liminar da juíza Patricia Pires, da 3ª Vara do Juizado Especial da Fazenda Pública de São Paulo, que atendeu solicitação de associação de moradores da região. No entanto, ontem, o Tribunal de Justiça cassou a liminar e permitiu a abertura do corredor apenas ao público durante a Virada.

A 15ª edição da Virada Cultural começa hoje às 18 h. O evento traz  mais de 1,2 mil atrações gratuitas em 24 horas de programação para a capital paulista. O festival promovido pela Prefeitura de São Paulo tem início com Nação Zumbi, abrindo o palco destinado ao rock na Avenida Rio Branco, no centro. Ao mesmo tempo, Teresa Cristina canta na Avenida São João um repertório de samba de compositores negros.

Leia também: Metrô do Rio estende horário de funcionamento após desabamento em túnel

“O foco deste ano foi um projeto robusto, impactante e de multidão para reconstruir e reposicionar a virada, fazendo com que ela volte a ser um dos maiores eventos da cidade”, disse o secretário municipal de Cultura, Alê Youssef .