Tamanho do texto

Plano Piloto, região central da cidade, foi a área mais afetada pela chuva

Alagamento em Brasília
Reprodução/Twitter
Chuva forte em Brasília alaga ruas, estações de metrô e derruba árvores em toda a cidade

Uma forte chuva atingiu o Distrito Federal na tarde deste domingo (21), data do aniversário de 59 anos de Brasília. O temporal, que começou pouco antes das 17h, alagou diversas ruas e vias da capital e derrubou árvores.

Leia também: Prefeitura do Rio elabora cronograma para demolições na Muzema

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram uma pista interna de serviço da Universidade de Brasília completamente inundada. Assim como uma enxurrada desce por uma rua na Asa Norte, região central da cidade, atingindo os veículos estacionados, que ficaram parcialmente encobertos pela água. A estação Central do metrô da capital chegou a ser fechada, por conta do alagamento, mas sem afetar as operações dos trens. 

O governador em exercício do Distrito Federal, Paco Britto, informou à Agência Brasil que a tempestade caiu de forma mais concentrada sobre o Plano Piloto, região central da cidade.

"Todos os alagamentos já estão controlados, com exceção de um apenas, que está sendo monitorado. Todos os órgãos e as empresas públicas que têm relação com os efeitos da chuva estão mobilizados", afirma. A ventania provocou a derrubada de várias árvores, segundo o governador, que passou a tarde percorrendo diversos pontos da capital para avaliar os estragos. 

Leia também: Treze são presos no Sri Lanka suspeitos de ataques a igrejas e hotéis

Houve ainda registro de interrupção no fornecimento de luz na região do Lago Sul, por conta da queda de uma árvore sobre a rede elétrica, mas que já foi restabelecido. Já na região da Asa Norte, na altura das quadras 200 e 400, o fornecimento de luz segue interrompido e técnicos da Companhia Energética de Brasília (CEB) trabalham para resolver o problema.   

A programação de shows e atividades em homenagem aos 59 anos de Brasília, na Esplanada dos Ministérios, não foi afetada por conta da chuva forte , segundo o governador. 

A assessoria do Governo do Distrito Federal informou que a Defesa Civil está fazendo um balanço dos estragos e deve divulgar uma nota detalhando os incidentes.  

Leia também: Bolsonaro comenta terror no Sri Lanka: "Extremismo deixa rastros de morte e dor"

O Aeroporto Internacional de Brasília está operando por instrumentos desde o fim da tarde. Durante o auge do temporal, pousos e decolagens chegaram a ser suspensos, informou a assessoria da Inframérica, concessionária que administra o terminal. Um total de cinco voos sofreram atrasos e nenhum foi cancelado em decorrência da chuva, acrescentou a empresa.