Tamanho do texto

Os R$ 148 milhões que serão cortados do orçamento, se destinado à Secretaria de Cultura, representam cerca de 23% da verba da pasta

João Doria em galeria de arte
Divulgação/Governo de São Paulo
Governador do Estado de São Paulo, João Doria, participa 15º Edição da SP-Arte- Festival

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), resolveu publicar um vídeo em suas redes sociais para comentar a polêmica que surgiu após o governo anunciar o contingenciamento de R$ 148 milhões no orçamento estadual. Na gravação divulgada nesta segunda-feira (8), Doria afirmou que, diferente do que tem sido dito, a Secretaria de Cultura não perderá programas.

Leia também: Olavo de Carvalho rebate Doria e manda tucano "deixar de ser caipira"

"Não é verdade que vamos cortar serviços e programas e fechar espaços. Nada será fechado. Nada será interrompido", disse ele. Segundo João Doria , "toda polêmica ocorreu porque avisamos que precisaremos fazer um contingenciamento no orçamento do governo". "Não divulgamos ainda quais os programas que seriam impactados, porque estamos estudando com calma e planejamento. Mas, na cultura, nenhum corte será feito".

Os R$ 148 milhões que serão cortados do orçamento do governo, se destinado à Secretaria de Cultura , representam cerca de 23% da verba da pasta. De acordo com o governador, a gestão atual herdou um déficit de R$ 10,5 bilhões do governo antecessor. Antes de Doria, Márcio França (PSB) ocupava o cargo. Ele assumiu o Palácio dos Bandeirantes após Geraldo Alckmin, também tucano, sair para a disputa da Presidência da República.

Leia também: Governo de SP anuncia plano de concessão do Zoo, Zoo Safari e Jardim Botânico

Desde janeiro, estão congelados R$ 5,7 bilhões em gastos, divididos entre custeio e investimento. Segundo a Abraosc (Associação Brasileira das Organizações de Cultura), a suspensão dessa quantia poderia provocar fechamento de vagas de alunos, fim de projetos pedagógicos, demissão de funcionários, cancelamentos de exposições, entre outros.

A polêmica ganhou força quando envolveu o Projeto Guri . De acordo com as organizações sociais, o projeto chegou a ser ameaçado, a ponto de poder ser encerrado em alguns municípios. No entanto, Doria já veio ao público, em outra oportunidade, para afirmar que não impactaria o projeto, no dia 1°, o governo voltou atrás e manteve o investimento total no projeto.

Leia também: Com 4 anos de atraso, Metrô entrega última estação da Linha 5-Lilás nesta 2ª

Em nota oficial, o Palácio dos Bandeirantes afirmou que “o contingenciamento de verbas do orçamento estadual não tem impacto imediato nos serviços da Cultura”. João Doria deve informar, em breve, quais os impactos do corte no orçamento do estado.