Tamanho do texto

Segundo testemunhas, garoto dançava e cantava com amigo na plataforma quando foi imobilizado pelos guardas; os dois vivem em situação de rua

Menino que vive em situação de rua levou gravata e foi arrastado por policiais para fora de estação no Rio de Janeiro
Reprodução/Youtube
Menino que vive em situação de rua levou gravata e foi arrastado por policiais para fora de estação no Rio de Janeiro

Um vídeo registrou o momento em que um menino de 12 anos foi retirado à força pelos seguranças da estação Botafogo do Metrô, no Rio de Janeiro, na noite da última quinta-feira (28). Segundo testemunhas, a criança estava dançando e cantando na plataforma com outro menino, quando foi imobilizado, por meio de uma 'gravata' dos funcionários.

Leia também: Homem acusa gerente de banco de racismo e recebe 'gravata' de PM; assista

Nas imagens, um dos seguranças aparece dando a ‘ gravata ’ em um menino que usava a camisa do Brasil. Imediatamente, ele começa a chorar e a gritar “está me machucando”, enquanto o outro funcionário o arrastava pelo braço. Ainda é possível ouvir algumas pessoas protestando contra a ação e pedindo para que os seguranças não agredissem o menino.

Há relatos de que a criança começou a passar mal e a espumar pela boca, após ser conduzida a uma sala envidraçada que serve de posto de controle dos funcionários. “Eu não vi nenhuma prestação de socorro e nenhum tipo de interesse na integridade física do menino”, disse uma testemunha à organização  Ponte , que deu a notícia com exclusividade.

O vídeo ainda mostra o menino tentando resistir à abordagem dos policiais, que conversam com a criança e o encaminham à delegacia. As pessoas que estavam no local ainda informaram que o outro garoto, que estava com camisa branca, também foi arrastado pelos funcionários que chegaram a colocar algemas no punho da criança.

Segundo o advogado Rodrigo Mondego, que está atuando no caso, os meninos vivem em situação de rua e não estavam acompanhados por um responsável. A ocorrência foi registrada como lesão corporal cometida e sofrida tanto pelo menino, quanto pelo segurança, sendo que o menor deve responder por ameaça ao funcionário.

Leia também: Idosa dá 'gravata' e faz mulher desmaiar em briga de trânsito em MG, veja vídeo

“Não tinha informação de que eles teriam cometido algum crime. Primeiro, os seguranças queriam alegar que era furto, mas não tinha vítima nem objeto. Depois falaram em perturbação da ordem e que o menino agrediu o segurança, sendo que foi o contrário”, comentou Mondego à Ponte .

A criança foi liberada e está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar. Apesar do outro menino ter sido algemado, ele não chegou a ser encaminhado à delegacia.

Em nota, o MetrôRio declarou que “os agentes de segurança da concessionária foram acionados por passageiros na estação Botafogo para retirar um menor que estava incomodando os demais usuários dentro do vagão” e a Polícia Militar foi chamada devido à resistência do menino.

Leia também: Casal briga e faz cabo de guerra com filho dentro de shopping em MT; veja vídeo

A empresa responsável pela administração da estação também negou que houvesse registro de convulsão por parte do menino que sofreu a gravata . Disse também que as algemas usadas em uma das crianças eram de brinquedo e pertenciam aos próprios menores.