undefined
Arquivo Agência Brasil
Sérgio Moro autoriza apoio da Força Nacional em operação da PRF nas estradas federais no Rio de Janeiro

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, assinou nesta sexta-feira (1º) a autorização para que agentes da Força Nacional atuem em ações de segurança nas rodovias federais do Rio de Janeiro.

Leia também: "Ninguém deseja a morte de criminosos", diz Moro ao defender projeto anticrime

De acordo com o documento assinado por Sérgio Moro , a Força Nacional vai atuar em apoio à Polícia Rodoviária Federal (PRF) pelo prazo de 15 dias, a partir de hoje. A decisão do ministro foi publicada na edição desta sexta-feira do Diário Oficial da União (DOU).

Essa autorização foi dada pelo ministro do governo Bolsonaro a pedido da própria PRF. O apoio foi solicitado pelo diretor-geral da PRF, Marcos Furtado. De acordo com a portaria , a participação da Força Nacional será “na modalidade de patrulhamento motorizado, em caráter episódico e planejado”.

O contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública e a PRF. O apoio logístico será dado pela PRF, “que deverá disponibilizar a infraestrutura necessária à instalação de base administrativa da Força Nacional".

Sérgio Moro revoga nomeação de Ilona Szabó para conselho

undefined
Divulgação/Governo de Transição
Sérgio Moro revogou a nomeação de Ilona Szabó de Carvalho como membro suplente do Conselho

Nesta quinta-feira (28),  Moro revogou a nomeação da especialista em segurança pública Ilona Szabó de Carvalho como membro suplente do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. A decisão ocorreu após uma forte pressão de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PSL) nas redes sociais.

"Diante da repercussão negativa em alguns segmentos, optou-se por revogar a nomeação, o que foi previamente comunicado à nomeada e a quem o Ministério respeitosamente apresenta escusas", diz a nota do ministro.

Mesmo recuando da indicação, o ministro defendeu a nomeação de Szabó para o órgão. "A escolha foi motivada pelos relevantes conhecimentos da nomeada na área de segurança pública e igualmente pela notoriedade e qualidade dos serviços prestados pelo Instituto Igarapé", escreveu Sérgio Moro na nota.

* Com informações da Agência Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários