Tamanho do texto

De acordo com a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), tentativa de ingresso de materiais proibidos na prisão é frequente

Após um barulho que vinha do pátio, foi feita um inspeção na qual a sacola foi encontrada em prisão do RS
Susepe RS
Após um barulho que vinha do pátio, foi feita um inspeção na qual a sacola foi encontrada em prisão do RS

Agentes do Instituto Penal de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, apreenderam nesta quarta-feira (20) uma sacola que continha 16 garrafas de cachaça, cinco latas de cerveja e carregadores de celular. De acordo com o administrador da prisão em RS, Luis Antonio da Silva Alves, após um barulho que vinha do pátio, foi feita um inspeção na qual a sacola foi encontrada.

Leia também: CNJ pede explicações a juízes por falta de audiências de custódia

Alves afirmou ainda que, diariamente, os agentes impedem ingresso de materiais proibidos na prisão em RS . “A proximidade do muro com a rua facilita as tentativas de arremessos, mas estamos sempre vigilantes, coibindo estas ações”, explicou. 

Na última terça-feira (19), por volta das 17h, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) informou que agentes penitenciários interceptaram outro arremesso de um pacote para dentro do estabelecimento prisional. Na ocasião, os servidores viram dois jovens arremessando um pacote contendo três garrafas de cachaça e um carregador de celular. A ação rápida dos agentes prisionais evitou que a "encomenda" chegasse ao seu destinatário.

Leia também: Polícia Civil prende líder do PCC em Mongaguá, litoral de São Paulo

A Susepe informou ainda que o Departamento de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado (DISP) e a Corregedoria da Susepe estão alerta após casos de tentativa de fuga em presídios gaúchos. O órgão informou ainda que vai ampliar as revistas que já realiza nos presídios.

“A operação Pente Fino visa retirar de circulação e coibir materiais ilícitos das casas prisionais, além de transferir lideranças negativas. Diariamente, são realizadas, aleatoriamente nas regiões penitenciárias, dezenas de revistas nos estabelecimentos prisionais. Além disso, a Susepe também está mapeando a situação estrutural das casas prisionais para evitar que fugas se repitam”, afirmou em nota a Susepe. 

O reforço para a segurança dos presídios também foi confirmado pelo vice-governador, secretário da Segurança Pública e da Administração Penitenciária, Ranolfo Vieira Júnior. Durante agenda em Brasília, onde busca recursos para retomar a obra da Penitenciária Estadual de Guaíba, Ranolfo anunciou que os 150 novos agentes penitenciários tem formatura prevista para o início do mês de abril.

Leia também: Segurança que matou jovem em supermercado foi condenado por agressão a ex-mulher

O secretário também afirmou que o Governo está atento e preocupado em resolver a situação do sistema penitenciário, melhorando a segurança da prisão em RS e ampliando vagas para amenizar um déficit de aproximadamente 13 mil vagas. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas