Tamanho do texto

Exames de tomografia apontaram fraturas pelo rosto de Elaine, que está em observação e não vai precisar de cirurgia reparadora; o agressor foi preso

Vítima de agressão, Elaine Perez Caparroz foi espancada por um homem que conheceu em uma rede social
Instagram
Vítima de agressão, Elaine Perez Caparroz foi espancada por um homem que conheceu em uma rede social

A empresária Elaine Perez Caparroz, de 55 anos, viveu uma madrugada de terror no último sábado (16), no Rio de Janeiro. Isso porque ela foi espancada por quase quatro horas seguidas pelo advogado Vinícius Batista Serra, de 27 anos, com quem passava a noite, após se encontrarem pela primeira vez. A vítima de agressão está internada. 

Leia também: Homem declara "ego masculino ferido" ao assumir agressão a esposa em SP

De acordo com declarações dadas pela própria Elaine em um vídeo gravado a amigos, neste domingo (17), Vinícius pediu para "dormir abraçadinho" com a empresária, mas a acordou com murros. "Ele falou deita no meu ombro para a gente dormir abraçadinho, pra dormir juntinho. Aí eu falei: 'tá bom'. Eu acordei com ele me esmurrando a cara”, disse a vítima de agressão .

Imagens feitas dentro do apartamento mostram rastros de sangue por toda a parte. Elaine está internada num hospital particular, em observação. Passou por exames de tomografia que apontaram fraturas pelo rosto, e, segundo as últimas informações dadas pelo hospital, não vai precisar de cirurgia reparadora .

A vítima do espancamento é  mãe do lutador de jiu-jitsu Rayron Gracie. No Instagram, o atleta publicou uma foto sua com a mãe, acompanhada pela legenda: "Te amo, mãe". A também lutadora Kyra Gracie, prima de Rayron, também se manifestou nas redes sociais sobre o caso.

Visualizar esta foto no Instagram.

Te amo mãe

Uma publicação compartilhada por Rayron Gracie (@rayrongracie) em

O agressor acabou sendo preso em flagrante por tentativa de feminicídio . A polícia entendeu que Vinícius espancou Elaine por ela ser mulher. Ele, em sua defesa, afirmou que tomou vinho, dormiu e acordou em surto psicótico. No pedido de prisão preventiva, o advogado de Elaine afirma que Vinícius é perigoso e que é preciso que ele fique preso, já que solto "poderá atentar novamente contra a vida da vítima" ou tentar atrapalhar as investigações.

Leia também: Governo cria plano nacional para combater a violência doméstica em mulheres

Segundo a vítima de agressão , os dois se conheceram pelas redes sociais e trocavam mensagens há cerca de oito meses. Foi então que decidiram marcar o primeiro encontro, que seria um jantar na casa dela. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas